Bolsa Família 2019 Governo corta 2.278 famílias da região do Bolsa Família em junho.

Spread the love

Mesmo com corte, número de beneficiados em junho (89.122 famílias) é o terceiro maior da história do programa, que começou em 2004. No Vale, o programa pagará R$ 15,7 milhões.


Depois de atender o recorde histórico de 91.400 famílias do Vale do Paraíba no mês de maio –maior contingente desde 2004, quando o programa começou–, o governo federal cortou 2.278 famílias do Bolsa Família em junho.

São 7,7 mil pessoas na região que deixarão de receber o repasse mensal. Segundo o Ministério da Cidadania, o pagamento começou na última sexta-feira e segue até o final do mês.

Bolsa Família 2019
Bolsa Família 2019

As famílias recebem de acordo com o calendário do governo, conforme o número final de cadastro. No Vale, o programa pagará R$ 15,7 milhões neste mês.
Mesmo com a redução em junho, o total de 89.122 famílias atendidas é o terceiro maior da história do programa, perdendo para a quantidade de famílias beneficiadas em maio (91.400) e abril (89.379) deste ano.

A queda de 2,49% nos atendidos em junho, na comparação com maio, freia aumentos sucessivos no total de beneficiários desde janeiro deste ano, no início do governo de Jair Bolsonaro (PSL).

O mandato começou com 85.375 famílias inscritas no Bolsa Família na região, passando a 86.962 em fevereiro, 88.719 em março, 89.379 em abril e o recorde histórico de 91.400 em maio.

Os números mostram quanto o desemprego provocado pela crise econômica impactou no crescimento do Bolsa Família no Vale.

“Não há dúvida de que tem mais gente pobre. A situação está cada vez pior. Esse aumento no Bolsa Família é um termômetro”, disse o economista Luiz Carlos Laureano, pesquisador da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação).

OUTRO LADO.

O Ministério da Cidadania informou que a folha de pagamentos do Bolsa Família tem “oscilações mensais de seu quantitativo em virtude dos processos de ingresso de famílias no programa, cancelamentos e manutenções dos benefícios”..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *