Como se Proteger do Golpe que Já Atingiu mais de 1 milhão no Whatsapp.

Spread the love

Como se Proteger do Golpe que Já Atingiu mais de 1 milhão pessoas no Whatsapp em todo o Brasil.

Mais de Um Milhão de Pessoas já foram afetadas pelo Golpe da Retrospectiva no Whatsapp, Saiba agor Como se Proteger desse Golpe que Já Atingiu mais de 1 milhão de Usuários no Whatsapp.

Olá amigos estamos aqui como uma matéria muito importante para quem usa o Whatsapp , mas antes de dizer que é Fake News , da Um Google , procure no G1, No IG em qualquer site da internet que você irá comprovar o que estamos dizendo.

Se você receber um mensagem em seu Whatsapp  dizendo que sua retrospectiva de 2018 está disponível exclua o mais rápido que puder .

Ao clicar nessa porcaria de spyware , você não só abre as portas do seu celular como , perde automaticamente suas senha de banco, fotos do seu celular além das senhas de redes sociais.

O Número de pessoas no Brasil que já teve seu celular hackeado já passa de 1 milhão segundo divulgado hoje na rádio Globo.

Como se Proteger do Golpe que Já Atingiu mais de 1 milhão no Whatsapp.
Como se Proteger do Golpe que Já Atingiu mais de 1 milhão no Whatsapp.

Estamos aqui para alertar sabemos que para quem ajuda ninguém da atenção , mais se cada um fizesse um pouquinho .

Não teria tanta sacanagem nas redes sociais. Contamos com sua ajuda compartilhando essa matéria.

Como dissemos se acha que é fake news basta procurar no Google , Globo.com que ira confirmar nossa postagem.

https://www.youtube.com/watch?v=NYJEtXl6wFk&t=3s

Como se proteger desse Golpe ou de Outros nas rede sociais.

 

Recebeu mensagem de retrospectiva no WHATSAPP , Exclua  os responsável pelo app de mensagem já informou que diferentemente do Facebook , não tem como colocar essa função no aplicativo.

Só cai nesse Golpe quem quer os alertas estão ai para quem quiser.

A rede social é alvo de ações criminosas desse tipo com frequência, mas como o sistema adotado pela plataforma usa o método de criptografia de ponta a ponta, se torna difícil identificar a origem da mensagem.

Por isso, os usuários devem se precaver para não serem vítimas nesses casos. Uma das maneiras de checagem é pela verificação de erros de ortografia, presença de caracteres especiais e ao perguntar para o contato remetente a procedência da informação.

O WhatsApp também criou um recurso para denunciar conteúdos suspeitos de forma nativa, o que facilita a detecção de notícias falsas, também conhecidas como fake news.

Além disso, vale utilizar uma ferramenta criada pelas Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) para o WhatsApp, sem sair do aplicativo.

Outra medida é usar os recursos online desenvolvidos pela página Fato ou Fake, que tem o objetivo de confirmar a autenticidade de assuntos que circulam na web.

Casos anteriores.

Vale lembrar que, apenas nos meses de novembro e dezembro, o mensageiro sofreu, pelo menos, três golpes diferentes.

O mais recente deles envolvia a marca mundial de bebidas Coca-Cola com a oferta de brindes. Outro atingiu mais de 5 mil pessoas ao clonar o número dos celulares que eram utilizados para enviar mensagens com pedidos de dinheiro.

O terceiro ataque se aproveitou das comemorações natalinas para criar uma falsa promoção da empresa de cosméticos O Boticário que, supostamente, oferecia produtos da sua linha de maquiagem.

Quer Saber mais e conferir outras matérias Acesse aqui nossas matérias ou siga agente nas redes sociais.

2 comentários em “Como se Proteger do Golpe que Já Atingiu mais de 1 milhão no Whatsapp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *