Cruzeiro Sai na Frente na primeira da Final Mineira 2019 e vence o Atlético MG POR 2 a 1.

Spread the love

O Cruzeiro vence, inverte vantagem do Atlético-MG e fica a um empate do título.Confira como foi.


Marquinhos Gabriel e Léo marcam para a Raposa, que teve gol de Fred anulado com auxílio do VAR; Galo, que chegou a empatar o jogo com Ricardo Oliveira, terá que vencer no sábado para ser campeão.


O Cruzeiro venceu o Atlético-MG, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Mineirão, no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. Marquinhos Gabriel abriu o placar no primeiro tempo para a Raposa.


Na segunda etapa, Ricardo Oliveira empatou o jogo para o Galo. O gol da vitória cruzeirense foi marcado pelo zagueiro Léo. O VAR entrou em ação e anulou um gol marcado por Fred, que tocou a mão na bola.


Aos 34 minutos do segundo tempo, o Cruzeiro ampliou a vantagem no placar com Fred, após cabeçada, depois de escanteio.

Mas, o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães ouviu a chamada do VAR, foi até a cabine e reviu o lance pelo monitor.
Rapidamente, ele retornou ao gramado e sinalizou a anulação do gol, uma vez que Fred tocou o braço na bola.


Central do Apito


Márcio Rezende Freitas, comentarista de arbitragem viu pênalti de Dedé em Igor Rabello no fim do primeiro tempo do clássico. Lance, não foi detectado nem pelo árbitro nem pelo VAR e gerou muita reclamação do Atlético-MG.


O jogo começou equilibrado, com pouca emoção e quase nenhuma chance de gol. Aos poucos, os jogadores foram se estranhando, e o clima ficou mais tenso.

O Cruzeiro abriu o placar aos 45 minutos, quando o Galo vacilou na saída de bola. Fred lançou Marquinhos Gabriel, que bateu para o gol. A bola desviou em leonardo Silva e ‘matou’ o goleiro Victor.


A partida ficou mais “pegada” na segunda etapa. Ricardo Oliveira deixou tudo igual no placar aos 10 minutos, após jogada de Chará. O camisa 9 bateu de perna esquerda para mandar para a rede.

Mas o Cruzeiro voltou a ficar à frente cinco minutos depois, quando Léo aproveitou uma bola desviada por Dedé, após cobrança de escanteio de Robinho, e mandou no canto.


Com a vitória deste domingo, o Cruzeiro inverteu a vantagem atleticana na decisão. Assim, a Raposa joga por um empate no jogo de volta, no sábado, às 16h30 (de Brasília), no Independência, que foi confirmado pelo Galo como local do jogo pelo diretor de futebol Rui Costa. Ao Atlético-MG, resta vencer por qualquer placar.


Valeu a vitória.


O gol da vitória cruzeirense foi marcado por um jogador que é torcedor declarado da Raposa: Léo. O zagueiro aproveitou a sobra de bola, após Dedé desviar, de cabeça, cobrança de escanteio de Robinho. Léo, mesmo caindo, bateu no canto, para deixar o time cruzeirense em vantagem.


Cartões para (quase) todo mundo.


Gosta de um cartão o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães. Foram distribuídos no clássico deste domingo 15 amarelos (sete para jogadores do Cruzeiro e oito para atleticanos) e dois vermelhos (um parta cada lado).

Pior para Rafinha e Adilson, que receberam dois amarelos cada e, consequentemente, acabaram expulsos.


Público e renda
51.032 presentes

44.650 pagantes

R$ 1.952.766,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *