Facebook agora terá Tribunal de Penas para Conteúdos impróprios.

Spread the love

Facebook agora terá Tribunal de Penas para Conteúdos impróprios e contra Fake News e Conteúdos que geram ódio . 16/11/2018.

Acabou de ser divulgado no site G1.globo.com, que o Facebook terá uma corte para julgar conteúdos impróprios, o que seriam esses conteúdos , Publicações de Cunho racial, que gere ódio entre as pessoas,  que produza as tão faladas fake news.

Bom isso deveria ter sido feita muito antes, se você  for para pra pensar como será essa corte que é o problema.

Existem algumas questões que precisam ser levantadas e esclarecidas , como será a avaliação, e o julgamento desses perfis.

Qual será a punição a quem faça esse conteúdo , vai só banir o perfil, ou vai ser acionado judicialmente?

E quem sofre esse ataque como poder ser ressarcido do prejuízo moral que ele sofreu.

Existem casos no Brasil de pessoas que tiveram suas imagens publicadas nas redes sociais , como marginais e outras situações que até hoje elas não podem sair na rua por medo de sofrer algum atentado por uma suposta notícia.

Hoje a internet parece terra de Malboro cada um faz o que quer , fala o que quer e fica por isso mesmo.

Se esse tribunal de penas do facebook vier para diminuir essa bagunça que existe nas redes sociais será muito bem vindo , mais precisa ser muito bem explicado como isso ocorrerá.

 O Vídeo Abaixo ajuda a ilustrar essa situação.

https://www.youtube.com/watch?v=iy8IV-Pr490

Confira abaixo a Matéria na íntegra do que vem por ai.

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou nesta quinta-feira (15) a criação de uma “corte de apelação independente” que decidirá sobre conteúdos controversos e se estes podem permanecer on-line ou não.

O anúncio foi feito durante uma teleconferência para abordar uma nova polêmica que envolve o grupo e uma empresa de relações públicas.

Para além dessa nova polêmica, Zuckerberg e sua equipe anunciaram ter aumentado a capacidade da rede social de detectar “mensagens de ódio” de qualquer tipo.

O Facebook é regularmente acusado de não fazer o suficiente para suprimir mensagens e reconhece, por exemplo, que foi lento demais para reagir à propaganda do Exército de Mianmar em seu site contra a minoria dos rohingyas.

“Cheguei à conclusão de que não deveríamos tomar tantas decisões sobre liberdade de expressão ou segurança”, disse Zuckerberg.

Os conteúdos controversos detectados através da inteligência artificial ou porque são reportados pelos usuários são revisados através de um sistema interno.

Mas uma espécie de “tribunal de apelação” independente, que deveria ser estabelecido no ano que vem, será responsável por decidir em casos de litígio.

A composição da corte, assim como seu grau de independência, em concordância com os princípios que guiam o Facebook, serão determinados nos próximos meses.

A partir do ano que vem o Facebook vai publicar um relatório a cada três meses sobre o conteúdo eliminado do site. A frequência é equivalente à da publicação de resultados financeiros e uma forma de demonstrar que a empresa leva o assunto a sério.

“Conseguimos avanços na eliminação do ódio, da intimidação e do terrorismo da nossa rede”, disse Zuckerberg, mas “devemos encontrar o equilíbrio entre dar voz às pessoas e nos assegurarmos de que estão seguras”.

Fonte : https://g1.globo.com/economia/tecnologia/

QUER SABER MAIS SOBRE TUDO SOBRE TECNOLOGIA.

Um comentário em “Facebook agora terá Tribunal de Penas para Conteúdos impróprios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *