FALÊNCIA da Cultura no Brasil , Livraria Saraiva pode fechar as portas.

Spread the love

Livraria Saraiva pode fechar as portas em Breve, Livraria mais famosa no Brasil pede recuperação judicial.

Perto de fechar suas portas , a Livraria Saraiva entra com pedido de recuperação Judicial , é o retrato puro da falência da Cultura no Brasil, cada dia que se passa temos mais ignorantes no país e com isso mais violência , nas cidades , um país sem cultura é um país que não produz.

Saraiva pede recuperação judicial após dívidas de R$ 675 milhões

Enfrentando forte crise, livraria Saraiva já fechou 20 lojas; dívidas da companhia com fornecedores chegam a R$ 675 milhões.

A forte crise financeira enfrentada pela livraria Saraiva fez a companhia pedir recuperação judicial nesta sexta-feira (23), em plena realização da Black Friday. O pedido foi feito quase um mês depois de a rede fechar 20 de suas lojas, incluindo todas as oito unidades da iTown, que revendia produtos da Apple.

Depois de fechar Fnac, Livraria Cultura pede recuperação judicial.
Faz algum tempo que o setor de livrarias no Brasil passa por instabilidades, mas a situação delicada da Saraiva só ficou clara no início do ano, quando a companhia atrasou pagamentos a fornecedores, em especial, editoras de livros.

No pedido de recuperação enviado à 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo, a Saraiva Livreiros Editores declara ter dívidas que somam R$ 675 milhões.

Se o poder judiciário concordar com o pedido, a empresa deverá executar um plano de recuperação para evitar a falência.

A Saraiva afirma que, com auxílio da consultoria Galeazzi & Associados, já vem tentando reestruturar as suas operações. O fechamento das 20 lojas faz parte dessa estratégia, processo que acabou resultando na demissão de cerca de 700 funcionários.

Também faz parte do plano a recente decisão da Saraiva de abandonar os segmentos do mercado que são menos rentáveis em suas operações.

É o caso dos produtos de tecnologia: nessa categoria, a empresa enfrenta forte concorrência de grupos como B2W (inclui Submarino e Americanas) e Via Varejo (Casas Bahia, Pontofrio).

No início do mês, a Saraiva propôs uma espécie de acordo de recuperação extrajudicial ao Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) para converter 45% das dívidas com as editoras em ações e debêntures, e quitar o restante em 120 parcelas.

Livraria Saraiva pode fechar as portas.
Livraria Saraiva pode fechar as portas.

Mas a entidade recusou a oferta por entender que o plano levaria muito tempo para ser executado e poderia dificultar as operações da Saraiva pelos próximos meses.

A recusa também foi uma forma de pressionar a Saraiva a pedir recuperação judicial. Com esse processo, a companhia terá que cumprir com rigor os acordos de pagamentos estabelecidos com os credores, do contrário, qualquer um deles pedir ao poder judiciário a falência da companhia.

Entre as razões citadas pela Saraiva para explicar a sua crise estão as dificuldades de geração de receita em seu principal segmento de atuação: a empresa destaca que os preços dos livros subiram bem menos do que a inflação nos últimos anos.

O mercado de venda de músicas e filmes, que já foi o segundo mais importante da Saraiva, também foi mencionado no pedido de recuperação: a companhia cita o avanço de serviços de streaming como Netflix e Spotify para justificar o declínio das vendas nesse segmento.

Vale lembrar que a Saraiva não é a única rede de livrarias em apuros. No mês passado, a Livraria Cultura entrou com um pedido de recuperação judicial apenas alguns dias depois de fechar as lojas físicas e o site da Fnac, empresa que estava sob seu controle desde 2017.

Um comentário em “FALÊNCIA da Cultura no Brasil , Livraria Saraiva pode fechar as portas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *