FIFA 19 CONFIRA OS 5 ERROS QUE VOCÊ NÃO DEVE FAZER DE MANEIRA ALGUMA.

Spread the love

FIFA 19: cinco coisas que você nunca deve fazer no jogo competitivo.


Veja dicas para melhorar o seu desempenho no simulador de futebol da EA Sports.


As partidas competitivas de FIFA 19, seja na Weekend League ou nos campeonatos profissionais, são resolvidas nos detalhes.


Os jogadores precisam estar atentos ao metagame, treinar fundamentos básicos e estar preparados para os mais diversos tipos de situações adversas.


Apesar do game sofrer alterações de jogabilidade com atualizações, existem alguns erros que você nunca deve cometer nos seus gramados. Veja a seguir dicas para melhorar seu desempenho no competitivo de FIFA 19.


Bote com zagueiros


Dê o bote com zagueiros apenas em último caso. Os jogadores de defesa são os últimos recursos para se defender. Portanto, é preferível poupá-los sempre que possível. Procure marcar as investidas adversárias com atacantes, meias, volantes e laterais.


Priorizar atletas dessas posições deixará o seu sistema defensivo menos exposto. Outra alternativa é utilizar a opção ”conter com companheiro”, mas é necessário treiná-la antes de atuar competitivamente.

Formação única


Dê o bote com zagueiros apenas em último caso. Os jogadores de defesa são os últimos recursos para se defender. Portanto, é preferível poupá-los sempre que possível.


Procure marcar as investidas adversárias com atacantes, meias, volantes e laterais. Priorizar atletas dessas posições deixará o seu sistema defensivo menos exposto.


Outra alternativa é utilizar a opção ”conter com companheiro”, mas é necessário treiná-la antes de atuar competitivamente.

Jogar com apenas uma formação tática é um erro grosseiro, pois as partidas competitivas podem submeter os jogadores a diversos tipos de circunstâncias. Sendo assim, é necessário que o player tenha um leque variado de esquemas situacionais para neutralizar o adversário e até mesmo surpreendê-lo.


Tenha estruturas predefinidas para explorar estilos de jogo ofensivos, defensivos e equilibrados. Para isso, basta acessar o menu táticas dinâmicas antes de iniciar os confrontos.


Apenas timed shoot


O timed shoot é certamente um diferencial em FIFA 19, mas não fique refém do recurso. Isso porque na última atualização os chutes colocados de finalização calibrada foram nerfados. Rondar a área adversária para acertar esse tipo de chute se tornou inviável.


Portanto, tenha um repertório variado para explorar as mais diversas situações. Finalizações rasteiras, fortes e de cabeça – calibradas ou não – podem ser imprevisíveis. O adversário terá mais dificuldade para ler o jogo.
Marcação com corrida

https://www.youtube.com/watch?v=Elz-2VyNET8&t=29s


Não utilize o botão de corrida para marcar. Use essa técnica apenas em casos específicos, quando realmente tiver que correr atrás de um adversário em desvantagem numérica ou em situação de contra-ataque. Na maior parte do tempo é preferível se defender pressionando o recurso ”cercar’. O método é mais seguro e equilibrado.

Marcação com corrida

Não utilize o botão de corrida para marcar. Use essa técnica apenas em casos específicos, quando realmente tiver que correr atrás de um adversário em desvantagem numérica ou em situação de contra-ataque.

Na maior parte do tempo é preferível se defender pressionando o recurso ”cercar’. O método é mais seguro e equilibrado. Os atletas fecharão os espaços com mais regularidade e tomarão menos dribles e passes nas costas.


Os atletas fecharão os espaços com mais regularidade e tomarão menos dribles e passes nas costas.


Não se engane pelo overall


Não fique refém do overall em FIFA 19. Nem sempre essa estatística diz respeito ao real potencial de um determinado atleta. Estude os atributos individuais do jogador, pesquise a opinião de outros players e veja quais jogadores mais combinam com o seu estilo de jogo.


Além das características padrões como agilidade, chute, ritmo e defesa, é bom dar uma olhada nas estrelas de drible, perna ruim, altura e workrates. Um overall alto não é sinônimo de eficiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *