INSS 2019: O Passo a Passo do Processo de Pensão por Morte Previdenciária

Spread the love

Tudo que você precisa saber e O Passo a Passo do Processo de Pensão por Morte Previdenciária….

Matéria do Site Ingracio Advocacia essa é a melhora matéria que encontramos hoje para falar sobre esse assunto.

Você merece um trabalho personalizado que atenda suas necessidades. Estamos atentos a todos os detalhes e buscamos uma estratégia que vá de encontro com o que você espera de um processo.  

Este é um passo a passo de como funciona o trabaho do escritório do ínicio ao fim do seu processo de pensão por morte:

LEIA TAMBÉM: INSS: Governo dificulta acesso a benefícios em casos de acidente de trabalho

1. Análise dos seus direitos (diagnóstico previdenciário)

O primeiro passo é analisar seu caso e responder suas dúvidas. Aqui começamos a descobrir possibilidades para conseguir, aumentar e revisar a sua pensão por morte.

Somos super sinceros e se acharmos que você não precisa de um advogado vamos te falar abertamente.

Definimos a melhor estratégia para o seu processo de acordo com sua necessidade:

  1. Conseguir a melhor pensão por morete possível com apenas um processo.
  2. Conseguir uma pensão por morte o mais rápido possível e depois, em um processo mais demorado, revisar seu benefício.
  3. Reconhecer e regularizar os dependentes e beneficiários da pensão por morte.
2. Coleta de todos os documentos

Este passo é essencial.

Antes de realizar um pedido administrativo, precisamos dos documentos certos. Os documentos certos e bem analisados são a diferença entre um processo rápido com muitas chances de sucesso ou um processo demorado com poucas chances de sucesso. 

Alguns documentos somente você consegue obter e outros o escritório pode se encarregar de conseguir. 

Em alguns casos, vamos precisar ter testemunhas para comprovar fatos que fazem a diferença no seu processo de pensão por morte. Você vai receber uma explicação detalhada de como funciona o testemunho e quem poderá ser sua testemunha.

3. Processo Administrativo

Preparamos tudo da melhor forma para você conquistar o máximo de direito já no INSS ou em outros regimes previdenciários para servidor público.

Os processos administrativos são cuidados com o mesmo zelo dos processos judiciais. Apesar de não ser prática comum e nem obrigação dos advogados juntarem peças completas para o pedido administrativo, o Ingrácio Advocacia faz questão de defender com unhas e dentes seu direito desde o ínicio.

Pela nossa experiência, este cuidado com o seu processo de pensão por morte significa:

  1. Pensões por morte concedidas sem precisar de um processo judicial.
  2. Segurança e agilidade para o processo judicial, eliminando argumentos para o indeferimento da sua pensão por morte já no processo administrativo.
  3. Elimina erros administrativos porque deixamos claro quais são seus direitos. Assim fica difícil algo passar batido por quem vai analisar sua pensão por morte.

O objetivo é que você conquiste o máximo de direitos possíveis logo no processo administrativo e sobre apenas o necessário para ser discutido na justiça.

4. Mandado de Segurança

Já ouviu falar que os pedidos de pensão por morte estão demorando até 1 ano e meio para serem analisados?

Isso não está certo. O advogado pode adiantar esta análise na via administrativa. Se o INSS ou outro ente administrativo estiver a mais de 60 dias com o seu processo administrativo parado, o Ingrácio Advocacia entra com um processo de mandado de segurança exigindo uma análise e resposta imediata. Isso pode antecipar de 4 a 16 meses sua pensão por morte.

Este serviço que pela tabela de honorários da OAB/PR  custa no mínimo R$ 4.060, já está incluso sem custo adicional para todos os nossos clientes com processos de aposentadoria. 

5. Recursos Administrativos

Depois que o seu processo administrativo é analisado (negado ou concedido), é essencial analisar se vale a pena entrar com Recursos Administrativos.

Mas é preciso sempre analisar com muita cautela se o melhor caminho é o recurso administrativo antes de um processo judicial. Sempre levamos em consideração se o recurso administrativo apresenta chances reais de reverter a decisão administrativa, através de uma análise das decisões recentes do órgão julgador administrativo.

Caso não optemos pelo recurso administrativo, seu processo irá para a fase judicial. Caso optemos pelo recurso administrativo, seu processo irá para a fase judicial somente se o recurso não tiver 100% de sucesso. 

6. Processo Judicial

Vamos tentar resolver tudo para você sem precisar de um processo judicial, mas vários direitos da sua pensão por morte somente podem ser conquistados por um processo na justiça. Principalmente quando existe a falta de reconhecimento de dependentes e beneficiários.

Usamos um rigoroso controle de qualidade e procedimentos afiados para garantir agilidade e segurança para o seu processo de aposentadoria, como:

  1. Cumprimos os prazos com uma antecedência média de 5 dias do prazo fatal.
  2. Todas as peças são revisadas por um advogado senior, com muita experiência em Direito Previdenciário.
  3. Toda a equipe jurídica recebe treinamentos semanais para constante atualização sobre qualquer atualização de posicionamento jurídico elegislativo.
  4. Possuimos um setor de controladoria, dedicado ao controle de prazos e qualidade procidimental. Não tem como um prazo passar batido pelo escritório. 

O Ingrácio Advocacia realiza o acompanhamento do seu processo judicial até os tribunais superiores (STF e STJ), quando for o caso. 

7. Liquidação e execução dos valores (atrasados)

A Procuração do Ingrácio Advocacia não tem poderes para receber dinheiro por você. Isso quer dizer que só você pode sacar seu benefício e os valores atrasados em seu nome. você terá que ir até o banco e retirar esses valores.

Com tudo certo, vamos orientar o passo a passo de como sacar sua pensão por morte e os valores em atraso.

Mas antes de receber o que você tem direito, analisamos se os valores calculados e depositados estão corretos. Caso haja divergência de valores, vamos analisar contigo se vamos discutir a diferença dos valores recebidos ou vamos aceitar a diferença e receber os valores.

Para decidirmos isso, analisamos a diferença de valores e quanto tempo pode demorar uma discussão sobre esta diferença.  

8. Orientação para o Imposto de Renda do seu processo

Declarar os valores recebidos durante seu processo de pensão por morte pode ter um grande impacto em seu Imposto de Renda.

Mostramos passo a passo a melhor forma de declarar os benefícios e atrasados que você recebeu durante o processo judicial. Isso evita que você acabe sendo tributado em categorias erradas por valores até 8x maiores.

9. Reanálise dos direitos

Sempre que um processo administrativo ou judicial termina, nós não descansamos até ter certeza que você tem a melhor pensão por morte possível.

Se algum posicionamento jurídico mudar, alguma lei sofrer alteração, algum documento novo aparecer ou acontecer qualquer coisa que possa beneficiar sua pensão por morte, nós vamos analisar novamente seus direitos.

Somente depois de uma reanálise minuciosa do seu caso e de possíveis novos direitos é que o serviço do escritório termina. 

FONTE: INGRACIO ADVOCACIA. 41 3362-4397 contato@ingracio.adv.br

Um comentário em “INSS 2019: O Passo a Passo do Processo de Pensão por Morte Previdenciária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *