INSS SEGUE ATRASANDO A VIDA DE QUEM QUER SE APOSENTAR EM 2019 ,O MOTIVO BUROCRACIA.

Spread the love

Todos os dias temos recebido várias denúncias de segurados, que amargam longa espera na concessão do benefício, e de servidores, que questionam o tratamento que a Superintendência Sudeste tem dado ao atendimento no estado.


“O Rio foi relegado a último plano. Até os contratos de manutenção do instituto saíram do Rio e estão em Minas.

E isso dificulta que qualquer agência possa tomar medidas mais rápidas para resolver qualquer problema na unidade”, disse um servidor que pediu para não se identificar. 


E o resultado da dificuldade na manutenção foi flagrada pela TV Globo. Após encarar mais de 60 quilômetros entre Santa Cruz, na Zona Oeste, ao Centro do Rio, o cadeirante Jorge Crim, 62 anos, precisou enfrentar um novo problema para tentar fazer perícia médica.

Por conta de um elevador quebrado, ele foi obrigado a subir, sentado, as escadas da agência na Avenida Marechal Floriano.


De acordo com a reportagem, Crim chegou ao posto e foi avisado que o elevador não estava funcionando. O professor então foi aconselhado a remarcar a consulta.

Ele já tinha enfrentado o mesmo problema há seis meses, quando precisou reagendar a perícia devido ao mesmo elevador quebrado. Sem saída, ontem subiu os degraus se arrastando pelos degraus da escada.


O INSS informou que as perícias médicas prestadas nas agências são feitas por peritos federais que não são vinculados ao instituto. O órgão alegou que não tem acesso à forma de agendamento para os exames nas unidades.

O INSS acrescentou que “o reparo do equipamento foi solicitado e será concluído o mais breve possível”.

Um comentário em “INSS SEGUE ATRASANDO A VIDA DE QUEM QUER SE APOSENTAR EM 2019 ,O MOTIVO BUROCRACIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *