O que você precisa saber sobre a Tecnologia KVM usada nos novos receptores.

Porque e como afetará os Receptores com essa Nova Tecnologia KVM para os novos aparelhos alternativos.

Após nossa postagem sobre a Tecnologia KVM começaram a ser lançados novos receptores, estamos deixando abaixo tudo sobre essa nova tecnologia que irá ser adotada por todas as marcas a parti de agora.

Não terá mais como uma marca de receptor tipo a Cinebox , que aproveita falhas de aparelhos ou servidores para vampirizar tal marca.

Agora será diferente , a marca que tiver condições fica se não tiver sai do mercado.

ABAIXO TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE  KVM E SUA INFLUÊNCIA NOS RECEPTORES.

SISTEMA KVM EM EMISSORAS DE TV – ESTUDO DE CASO

Veja como a implantação de um sistema KVM representou melhorias na transmissão e grande economia para uma emissora de TV alemã.

As soluções KVM baseadas em IP estão ganhando cada vez mais importância na transmissão de sinais digitais de radiodifusão. A Radiodifusão consiste na transmissão de ondas de radiofrequência que se propagam eletromagneticamente pelo espaço. Esses sinais podem ser de rádio, televisão, entre outros.

Porque e como afetará os Receptores com essa Nova Tecnologia KVM para os novos aparelhos alternativos.
Porque e como afetará os Receptores com essa Nova Tecnologia KVM para os novos aparelhos alternativos.

A emissora de televisão alemã ProSiebenSat.1 Produktion é um exemplo vivo de uma organização que implantou a tecnologia KVM (Teclado + Video+ Mouse) para seus serviços de transmissão. Já é de praxe para a ProSiebenSat.1 atualizar a infraestrutura técnica de suas salas de controle para garantir que estará sempre na frente de seus concorrentes na indústria da radiodifusão. As últimas melhorias implantadas tinham como foco as compatibilidades com imagens de alta resolução e a introdução de processos que não necessitariam mais de fitas.

Só para se ter uma ideia, a Rede Globo, maior rede de televisões do Brasil, mantém um prédio climatizado com capacidade para abrigar 350 mil fitas. Segundo o site da emissora, por mês, pelo menos 80 mil delas entram e saem do arquivo. Não depender mais desses dispositivos pode ser uma evolução para uma rede de TV.

Além da vontade de eliminar as fitas, a ProSiebenSat.1 Produktion precisava restaurar os sistemas KVM análogos em três salas de controle e substituí-los por novos, baseados em dispositivos IP. A tecnologia mais moderna de KVM hoje, permite que computadores e áreas de trabalho sejam hospedados em diferentes localizações. Isso traz uma grande flexibilidade e eficiência para os processos de edição e produção em uma rede de televisão. Ainda que os computadores e servidores sejam alocados em salas com condicionamento climático ideal (bem refrigerados), eles podem ser controlados pelos estúdios e salas de controle.

Nico Sommer, engenheiro de sistemas sênior da ProSiebenSat.1 Produktion, comenta que quando foram escolher o novo sistema KVM para as salas de controle da TV, eles pesquisaram muito no mercado. “Nós finalmente optamos por um sistema que nos dava a flexibilidade necessária e que poderia ser operado usando componentes de infraestrutura padrão, que foi o sistema Agility da Black Box”, explica. Em função da última atualização tecnológica da empresa, pouquíssimos aparelhos não puderam ser aproveitados, porque suportavam somente a tecnologia analógica. A boa notícia é que a maioria estava em condições de uso, mesmo com o novo sistema.

A solução
O sistema de extensão Agility baseado em IP é um sistema digital de KVM para comutação, extensão e distribuição de sinais de vídeo, áudio, serial e USB. Ele é composto de transmissores e receptores que podem ser usados como extensores ponto-a-ponto para distâncias de até 100 metros, espelhando uma fonte em vários dispositivos, com uma matriz, com número ilimitado de usuários. Para adicionar um novo usuário ao sistema, precisa-se apenas de um receptor Agility adicional, para combinar vídeo digital, áudio e USB a partir de diferentes fontes. Além disso, o dispositivo permite que múltiplos usuários compartilhem o mesmo computador remoto (alvo de compartilhamento único) e os três modos de acesso (somente exibição, compartilhado e exclusivo) permitem uma ampla gama de aplicações do sistema.

O sistema pode ser controlado e gerenciado de uma localização central usando a unidade de controle iPATH™. O painel de controle que é exibido convenientemente na tela, permite que os administradores mantenham o controle de transmissores e receptores, definam novos canais de conteúdo, gerenciem os direitos de acesso e configurem dispositivos. E ainda, a hospedagem VCN integrado ao transmissor permite o acesso remoto em resolução Full HD para fins de manutenção.

No processo de atualização do sistema, as estações de trabalho na sala de controle que ainda tinham telas 4:3 foram as primeiras a serem desativadas. As demais foram gradativamente convertidas até que todas as estações foram equipadas com monitores de 16:9. A escolha por uma solução baseada em IP provou ser vantajosa porque pôde usar a estrutura básica já existente, sem a necessidade de instalar novos cabos, o que resultaria em um processo lento e caro. A instalação atualmente é composta por 83 transmissores, 64 receptores e duas unidades de controle (uma principal e a outra de backup). Um receptor adicional foi instalado para acesso remoto ao sistema KVM.

Os resultados
“Como o novo sistema KVM transmite sinais digitais ao invés do analógico, nossos usuários desfrutaram de uma imagem muito superior com alta resolução”, disse Nico Sommer. “Nós não temos mais problemas usando qualquer dispositivo USB, seja um teclado, mouse ou pendrive”. Segundo o engenheiro, uma das principais mudanças do sistema novo é que foi rápido e o custo benefício valeu a pena. “Se qualquer um de nossos parâmetros mudar e precisarmos de mais estações de trabalho, por exemplo, o sistema pode ser facilmente adaptado a qualquer situação nova. Essa adaptabilidade, juntamente com uma abordagem baseada nos padrões da indústria, faz com que seja um sistema à prova do futuro”, elogia Sommer.

Em um futuro próximo, a instalação deve ser expandida para incluir um novo grupo de prédios, abrigando uma sala de equipamentos adicionais, bem como duas salas de controle e estúdios. Outro sistema com duas unidades extras de controle já foram adquiridos para essa expansão e está sendo instalada atualmente. Isso irá tornar a transição dos funcionários ainda mais fácil.

Assim como o Nico Sommer, você acredita que a tecnologia KVM pode transformar a maneira como você trabalha hoje? Venha conversar com a gente!

TÉCNICO INSTALADOR DE ANTENA : Trabalhamos com apontamento de satélites e venda completa com receptor na regiões de Osasco , Carapicuíba , Barueri , Santana do Parnaíba , Jandira , Aldeia da Serra , Alphaville , Colinas da Anhanguera , Cotia , Granja Viana , Morumbi , Vila Sonia , Butantã , Jaguaré , Freguesia do Ó , Piqueri , Casa Verde , entre outros.  Atendemos até 100Km de São Paulo. LIGUE JÁ 011 954261399.

SITES RECOMENDADOS : Aztv Clube , Azamerica SAT , Portal Do AZ , Suporte AZ , Duosat Oficial , Instaladores De antena.

3 comentários em “O que você precisa saber sobre a Tecnologia KVM usada nos novos receptores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: