PIS 2019 VEJA AGORA E SAIBA QUEM COMEÇA A RECEBER ESSE MÊS DE JANEIRO O ABONO

Veja o calendário do Saque PIS/Pasep de 2019 no INSS em janeiro.

Veja o calendário do Saque PIS/Pasep de 2019 no INSS em janeiro. O calendário foi definido pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). A estimativa da pasta é de que sejam destinados R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores.

De acordo com o calendário, os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao PIS, vão receber o benefício de acordo com o mês de nascimento. Os que fazem aniversário de julho a dezembro, terão o benefício disponível ainda este ano. Já os nascidos entre janeiro e junho, poderão realizar os saques em 2019. Confira a tabela:

QUEM TEM DIREITO?

O PIS é sacado na Caixa e o Pasep no Banco do Brasil. Os correntistas destes bancos terão o benefício creditado em conta. O valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional ao número de meses trabalhados no ano passado.

Tem direito ao abono salarial quem trabalhou formalmente por pelo menos um mês em 2017 com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

SAQUE DO FGTS PARA TRABALHADOR QUE PEDE DEMISSÃO FICA PARA 2019: SENADO ENTROU EM RECESSO

Saque do FGTS para trabalhador que pede demissão fica para 2019: senado entrou em recesso. Os senadores entraram em recesso e deixaram para o ano que vem uma discussão bastante esperada por muitos trabalhadores: a liberação do saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) a quem pede demissão da empresa.

O projeto (PLS 392/2016) esteve na ordem do dia durante várias sessões, mas não chegou a ser apreciado. Não há prazo para ele ser discutido.

Atualmente, só tem direito a sacar o FGTS quem é demitido sem justa causa. Os recursos do fundo também são liberados em casos específicos, como para compra de imóvel, no caso de aposentadoria, de fechamento da empresa ou de doenças graves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: