Tudo Igual no Grênal 2019 da Final 0 X 0 Veja como Foi.

Tudo Igual no Grênal 2019 da Final 0 X 0 Veja como Foi.

Na primeira da final , Internacional e Grêmio empatam sem gols no primeiro jogo da final do Gauchão.


Duas equipes criam chances em duelo equilibrado no Beira-Rio. Goleiros e sistemas defensivos funcionam mais que ataques. Decisão será na Arena, na quarta-feira.


Não há vantagem na decisão do Gauchão de 2019. Pois Inter e Grêmio empataram em 0 a 0 na tarde deste domingo, no Beira-Rio, pelo primeiro jogo da final.


Apesar das chances criadas de lado a lado, quem se destacou mesmo foram as defesas e goleiros. A decisão pelo título estadual está mais que aberta. E tudo fica para a Arena, na noite da próxima quarta-feira.

Para ser campeão
A matemática para o título é simples. Quem vencer na próxima quarta-feira, às 21h30, na Arena, leva o troféu do Gauchão 2019.


Qualquer empate manda a decisão para a disputa por pênaltis. Na final do campeonato, não há gol qualificado fora de casa.

Primeiro tempo.


O Inter teve o ímpeto nos primeiros 15 minutos de jogo, com dois pedidos de pênalti negados pelo árbitro Leandro Vuaden. Nico López chutou de fora da área aos seis, sem muito perigo.


Depois, o Grêmio passou a dominar as ações, principalmente pelo lado esquerdo. Em duas chegadas, Bruno Cortez levou Renato Gaúcho à loucura por errar os cruzamentos. Aos 21, Alisson acertou o travessão de Marcelo Lomba.


Dez minutos depois, Patrick fez um salseiro na linha de fundo pelo lado esquerdo, passou por três e tocou para Guerrero, que desviou sem equilíbrio para a defesa de Paulo Victor.

Os minutos finais tiveram pressão dos dois lados, porém, sem tirar o zero do placar.


Segundo tempo.


Os dois times voltaram do intervalo com pouco brilho e muitos erros técnicos, principalmente nos passes. Aos 10 minutos, Leandro Vuaden consultou o vídeo após André acertar o rosto de Rodrigo Moledo em dividida.


Ficou apenas com o cartão amarelo. O Grêmio chegou duas vezes em um minuto, com chutes cruzados de Jean Pyerre e Everton. Aí Odair Hellmann trocou D’Alessandro por Guilherme Parede, e Renato, Maicon e Alisson por Michel e Tardelli.


Aos 28, em contra-ataque rápido, Paulo Victor salvou o Grêmio em chute rasteiro de Nico López. Aos 34, o goleiro tricolor fez sua parte novamente duas finalizações no mesmo lance. Aos 42, Patrick quase marcou em cabeçada após escanteio. E o Gre-Nal 419 ficou no 0 a 0.

As surpresas.


Pelo lado do Inter, Rodrigo Dourado não se recuperou das dores no joelho esquerdo e foi substituído por Rithely. Só que o volante ficou em campo apenas por 18 minutos.


Sentiu problema muscular e deu lugar a Rodrigo Lindoso. No Grêmio, Renato preferiu escalar Alisson em vez de Diego Tardelli. O atacante pouco fez no primeiro tempo. Inverteu de lado com Everton.


Nos acréscimos do primeiro tempo, Renato Gaúcho e Cuesta protagonizaram o momento mais tenso do Gre-Nal.


O zagueiro chegou firme duas vezes em lance à frente do técnico. Quando o jogo parou, Portaluppi apontou para o rival e o cobrou. O argentino veio para cima, eles discutiram, mas o restante dos jogadores segurou os ânimos.