Ultima Chance:Líder do PSL diz que senadores tentarão incluir estados e municípios na PEC da Previdência

Spread the love

Líder do PSL no Senado, o senador Major Olímpio (PSL-SP) afirmou ao blog nesta terça-feira (9) que os senadores tentarão reincluir estados e municípios na proposta de reforma da Previdência quando o texto chegar à Casa.

De acordo com o líder do PSL, a maioria dos senadores com quem tem conversado quer discutir o tema para recolocar os servidores estaduais e municipais na proposta de emenda à Constituição, na medida em que há uma avaliação majoritária de que os estados estão em situação crítica.

“Vamos ver como vai ser o posicionamento da maioria dos senadores, mas eu vejo que tem [apoio].

LEIA TAMBÉM : ID JOVEM O QUE É ? E ATÉ QUE IDADE PODE SER USADO ?

A maioria dos senadores com quem eu tenho conversado quer discutir a pauta mesmo e está propensa a trabalhar e trazer para o texto a inclusão dos estados e municípios no Senado”, declarou Major Olímpio.

O senador do PSL ressaltou que, se o Senado discutir e aprovar a mudança com 49 votos, o texto deve voltar à Câmara para nova análise.

No entanto, ele afirmou que é possível promulgar a parte em que há consenso e deixar a pauta dos estados e municípios tramitar paralelamente.

“O presidente do Senado pode promulgar a parte que é consensual e deixar discutindo o que é dúvida. Por exemplo, essa questão dos estados e municípios. Faria, assim, o que nós chamamos de PEC [Proposta de Emenda à Constituição] paralela”, complementou o líder do PSL.

Questionado sobre o protagonismo da Câmara em relação à reforma da Previdência, o senador do PSL disse que o Senado tem o papel de revisor no processo de aprovação de uma PEC.

“O Senado vai funcionar logo mais à frente como uma Casa revisora, então, a maioria dos conteúdos está amaciada.

Eu acho que o protagonismo numa PEC acaba ficando com a Câmara, tendo em vista o projeto inicial, essas questões todas que foram suscitadas, os embates. Você tem uma discussão mais aprofundada em todo o conteúdo do que no Senado. Sem sombra de dúvidas, já chega pacificado”, enfatizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *